segunda-feira, 17 de setembro de 2012

15 Km de Benavente 2012


Dez e trinta e cinco do dia dezasseis de setembro de dois mil e doze.
 
Escondido atrás das escuras nuvens, o sol dá sinais de que vai aparecer não tarda muito. Corre uma ligeiríssima brisa, apesar disso sente-se no ar uma quentura pouco auspiciosa.
 
No palco improvisado em pleno centro de Benavente, vila encantadora, situada entre Santarém e Lisboa, os atores, ansiosos, risonhos, conversadores, determinados, olham os relógios, o dedo indicador sobre o botão pronto a acionar o cronómetro aguardam o sinal da partida.
 
Mal soa a buzina eles aí vão, mais ligeiros, uns, mais devagar outros, palmilhando o percurso passada a passada, contemplando a paisagem ressequida que corta o coração, os cavalos que fingem que pascem, as pessoas a vindimar junto da estrada na Barrosa, pessoas na rua aplaudindo os corredores e nas esplanadas dos cafés deliciando-se com uma cerveja fresquinha, ou um refrigerante, ou um pastel de nata, protegidos do sol escaldante pelos caraterísticos chapéus de sol.

No final faz-se o balanço da prova: Percurso bastante difícil; muito calor; falta de ritmo; julguei que fazia melhor; esta já está, venha a próxima; quebrei ao quilómetro nove; teremos alguma coisa coletivamente? Isto e muito mais disseram os Amigos Vale Silêncio que, souberam mais tarde, obtiveram um honroso oitavo lugar por equipas em vinte e oito classificadas. Individualmente obtiveram os seguintes resultados:

João Inocêncio – 14º - 56:19
Paulo Póvoa – 51º - 1:01:28
Luís Lopes – 59º - 1:03:05
Marco Melo – 63º - 1:04:02
Leonel Neves – 109º 1:08:38
Joaquim Belo – 111º - 1:09:11
Emílio Gonçalves – 240º 1:25:59
Paulo Portugal – 258º - 1:30:42

 

 

Um comentário:

Amigos Vale Silêncio disse...

falta assinar o texto
Leonel Neves
Parabéns a todos os amigos que nesta prova representaram o grupo